Futsal Carioca é a atração neste final de semana

O melhor programa da noite carioca nesta sexta-feira (4), é curtir a rodada dupla da Super Liga Futsal Rio, no Ginásio de São Januário. Às 19h30 começa o sub-20, com Vasco x Piedade, definindo quem será o finalista da competição. Por ter vencido a primeira partida por 3 a 2, os vascaínos jogam por um empate no tempo normal.

Caso percam, haverá prorrogação (com dois tempos de cinco minutos) e jogam por novo empate. O Piedade precisa vencer no tempo normal e na prorrogação para ser finalista.

No jogo de fundo, pela categoria adulto, o Vasco recebe o Botafogo/Casa de España, na partida de volta da fase semifinal da Super Liga Futsal Rio.

Por terem vencido a primeira partida por 3 a 2, os alvinegros contam com a vantagem do empate no tempo normal. Se os vascaínos vencerem, forçam prorrogação (dois tempos de cinco minutos). Aí sim, a vantagem se reverte e o time de São Januário joga pelo empate para ser finalista.

O clima de decisão, entretanto, não influencia a amizade de Silton Bastos e Mauricinho, treinadores de Vasco e Botafogo, respectivamente. A admiração é recíproca. São dois profissionais, com estilo formador e de muito estudo.

O alvinegro Mauricinho, apesar de contar com a vantagem do empate, não vai medir esforços para vencer no tempo normal. A explicação é simples:

“Não podemos entrar pensando nisso. É uma vantagem enganosa. No decorrer da partida, se acontecer, ótimo. Mas não podemos entrar achando que isso é determinante. Até porque, o adversário joga em casa e tem um treinador extremamente competente”, diz.

Para Silton Bastos, do Vasco, o time não pode se desestabilizar durante a partida e precisa ser mais objetivo nas conclusões.

“O lado psicológico é muito importante em partidas decisivas. São quarenta minutos para mostrar seu trabalho e a que veio. A gente espera que o time possa render tudo, já que até agora não foi suficiente. O Botafogo está muito concentrado, é bem treinado, mas estamos muito confiantes. Numa partida decisiva não tem favoritos”, relata.

Com informações Claudia Mendes