Com gol no fim, Brasil vence Espanha e fica com o tetra no Mundial Feminino

O Brasil segue imbatível e hegemônico no futsal feminino. Nesta sexta-feira, a seleção canarinho conquistou o tetracampeonato mundial da categoria ao bater a anfitriã Espanha, por 2 x 1, em Cidade Real. Os gols brasileiros foram marcados por Ju Delgado e Taty, que garantiu o título a dois minutos do fim da partida, quando o duelo caminhava para a prorrogação. 

Com a conquista, o Brasil segue com 100% de aproveitamento em Mundiais Femininos, tendo sido campeão em todas as edições do torneio (2010, 2011, 2012 e este ano). Em 2014, a competição está prevista para acontecer na Rússia.

Brasil campeão mundial futsal feminino 2013 (Foto: Divulgação/FFCM) 
Seleção brasileira posa para foto antes da final: quarto título em quatro edições do Mundial (Foto: Divulgação/FFCM)
 
Espanha toma a iniciativa
O primeiro tempo foi equilibrado. Com o ginásio lotado e torcida a favor, a Espanha tomou iniciativa e criou boas oportunidades. Entretanto, a goleira brasileira Jozi mostrou que estava com os reflexos em dia tornando-se uma das principais figuras da primeira etapa.

O Brasil explorava mais os contra-ataques, principalmente na velocidade de Vanessa. A camisa 7 arriscava boas jogadas pela ala direita, além de chutes de fora da área que passavam sempre assustando a torcida espanhola. Em saída de bola errada, o Brasil conseguiu sair na frente, quando a pivô Ju Delgado conseguiu fazer o desarme e tocar rasteiro para o fundo do gol.

No segundo tempo, a Espanha aumentou a pressão, indo com tudo em busca do empate. Aos 10, a seleção da casa finalmente conseguiu o empate, quando Patrícia mandou a bola para frente, e Vanessa, atual melhor jogadora do mundo, acabou desviando contra o próprio gol. 

O empate não intimidou o Brasil, que voltou a criar chances, ignorando a pressão da torcida adversária. Orientadas pelo técnico Manoel Tobias, que adiantou a marcação, as brasileiras conseguiram o gol do título aos 18, com a defensora Taty.

A Espanha ainda arriscou jogar com goleira-linha nos instantes finais, mas não conseguiu mudar o resultado. Nos instantes finais, Jozi arriscou de longe a acertou a trave. Nada, porém, capaz de acabar com a festa brasileira em solo espanhol.
 
Globo Esporte.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *