Japonês “brasileiro” no caminho do Brasil na Copa do Mundo de Futsal

A Seleção Brasileira de Futsal enfrenta o Japão na tarde desta quinta-feira, às 14h (horário de Brasília), em Kaunas, na Lituânia, pelas oitavas-de-final da Copa do Mundo de Futsal FIFA. No caminho do Brasil, estará Rafael Henmi, ala da seleção japonesa, filho de brasileiros e que atua há oito anos pelo Benfica, de Portugal.

Rafael nasceu na região de Shizuoka, mas com dois anos mudou para o Brasil, onde permaneceu até os 15 anos. De volta ao Japão, ele começou a carreira no futsal e já aos 17 estava na seleção principal do país.

O ala joga pelo Benfica, de Portugal, há oito anos, onde já conquistou Campeonato Nacional (2x), Taça de Portugal (2x), Taça da Liga (3x) e Supertaça de Portugal. Rafael Henmi também já atuou no Japão e nos Emirados Árabes. Ele falou sobre o duelo com o Brasil.

– Sabemos que vai ser um jogo muito difícil porque o Brasil é um time muito qualificado, ainda mais por ser um jogo de oitavas-de-final de Copa do Mundo. Além disso, são jogadores acostumados a essas partidas e nós temos menos experiência, muitos dos nossos jogadores estão pela primeira vez atuando fora do Japão. A expectativa é fazer um bom jogo e torcer para que o Brasil não esteja inspirado – disse Rafael Henmi.

O camisa 10 do Japão ainda falou sobre os atletas brasileiros que teve uma relação mais próxima: “Conheço a maioria dos jogadores do Brasil, alguns de jogar contra e também já tive companheiros de time. Joguei com o Bruno Rafael em Curitiba nas categorias de base, conheço desde os 13 anos. Jogo com o Arthur no Benfica. Guitta, Rocha e Dieguinho  foram adversários no Sporting, também atuei contra alguns do Barcelona na UEFA. São jogadores de grande qualidade, vamos tentar competir o máximo e fazer um bom jogo”, disse Henmi.

Na fase de classificação, o Japão de Rafael Henmi bateu Angola por 8 a 4, mas depois acabou superado pela forte Espanha por 4 a 2 e 2 a 1 para o Paraguai e assim terminou em terceiro lugar no Grupo E com três pontos.

Já o Brasil goleou o Vietnã por 9 x 1, bateu a República Tcheca por 4 x 0 e na última rodada derrotou o Panamá por 5 x 0, terminando na primeira posição no Grupo D com nove pontos.

Com informações: Rafael Ximenes | Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *