Futsal segue de luto pela morte de Fernando Cabral

O que dizer de Fernando Cabral? Evidente que faltam palavras para enaltecer o trabalho deste grande treinador que nos deixou, precocemente, na última sexta-feira (11), vítima da Covid-19. Vitorioso e referência por onde passou, Cabral era sinônimo de alto astral e comprometimento dentro e fora das quadras. Ao longo de sua trajetória, formou craques e fez amigos.

Cabral era considerados por muitos, um dos melhores (se não, o melhor) treinadores do Estado de São Paulo. Mas, por conta do seu jeito autêntico e verdadeiro, às vezes pagava um preço alto, ainda assim, não abria mão de suas convicções.

“Gordão”, “Zé Colméia”, apelidos engraçados e carinhosos como ele sempre foi. No entanto, quis o destino que essa alegria terminasse da pior forma possível. Foram cinco dias de uma luta constante de um profissional que era acostumado a vencer, mas perdeu a luta pela vida.

A morte de Fernando Cabral gerou uma grande comoção em todo o país. Familiares, amigos, atletas e fãs ainda não assimilaram toda este triste momento. A cada minuto, acontece uma homenagem nas Redes Sociais, sejam elas textos, fotos ou vídeos. Fernando Cabral nos deixou aos 47 anos, mas deixou um legado de profissionalismo e amplo  conhecimento da modalidade.

Vá com Deus ‘Gordão’ e aqui vamos levar a diante o seu sonho, o nosso sonho, de um futsal melhor e de um mundo melhor.

Foto: Gilberto Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *