Barão de Mauá se despede da LPF e fica entre os quatro melhores

A missão do Barão de Mauá/Futsal Ribeirão não era das mais fáceis: vencer no tempo normal e na prorrogação a forte equipe do Pulo Futsal, em Campinas. Guerreira, a equipe buscou a vitória e esteve bem perto de atingir o seu objetivo inicial. Esteve à frente no placar por duas vezes, mas os donos da casa conseguiram buscar o empate. Como havia vencido o primeiro jogo pelo placar mínimo, em Ribeirão Preto, o time campineiro conseguiu a classificação para a final após o empate por 2 x 2.

A dedicação dentro de quadra foi tão grande que a equipe de transmissão oficial da LPF se rendeu ao time ribeirão-pretano, tanto é que Pidaia foi eleito o melhor jogador, com Nando, Kauê e Bim sendo citados como destaques apesar da eliminação.

“Foi um belo jogo e não faltou vontade e determinação desde o começo do campeonato. Não foi desta vez, mas foi o nosso primeiro ano e já chegamos à semifinal. Foi um grande feito. Agora é levantar a cabeça, ano que vem tem mais”, enalteceu Pidaia.

“Nosso time é um ‘cascudo’. O único jogo mal na competição foi em casa contra o Pulo [primeiro jogo da semifinal]. Mesmo jogando mal perdemos pela influência da arbitragem, quando aconteceu uma inversão de falta e saiu o gol. Tivemos que colocar goleiro e perdemos o Beto, nosso principal jogador, por expulsão. Isso sem tirar o mérito do Pulo, que é uma grande equipe”, avaliou o técnico André Tártaro.

A partida
O jogo foi muito equilibrado com as duas equipes mostrando muita técnica. Ribeirão saiu na frente com Pidaia aproveitando um erro de saída de bola do adversário. O Pulo insistiu e em uma jogada de bate e rebate dentro da área: Luis empatou. Ainda no primeiro tempo Wellitinho, em uma bela jogada, ampliou para Ribeirão. O empate só veio nos minutos finais com Tayson, quando o time campineiro usou goleiro-linha e aproveitou uma jogada trabalhada.

O Barão de Mauá/Futsal Ribeirão fechou a LPF 2020 entre as quatro principais forças. Em 12 jogos foram 6 vitórias, 2 empates e 4 derrotas, com uma vitória na prorrogação. Beto, com 8 gols, foi o artilheiro do time na LPF 2020 – ele é o maior artilheiro da história da equipe, fundada em 2018.

Foto: Renan Bin/Follow X

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *